Hino

Curiosamente, nem todas as cidades brasileiras possuem o seu Hino.

Hinos são cantados como forma de prestar homenagem aos valorosos feitos vivenciados por pessoas  que nos antecederam no tempo. Patriotas que, na guerra ou na paz, souberam defender ou lutar com amor, coragem e determinação, na busca de causas que acreditavam, e conseguiram como: a liberdade do povo ou o progresso, por exemplo.

Portanto, cantar hinos é um ato de amor, orgulho, gratidão e respeito. Daí a necessidade deles serem cantados com frequência e regularidade para que sejam guardados na memória e no coração, pelo ato da repetição (oral e musical) do hino.

E nesse caso, qual será o melhor local onde os pequenos cidadãos brasileiros poderão aprender esses princípios de cidadania? Certamente que na escola, pois é aí que hábitos são formados, valores (éticos, morais, cívicos e religiosos) desenvolvidos e onde também conhecimentos formativos e informativos são assimilados. E esse conjunto de atitudes ajudará, de certa forma, a consolidar o caráter e a personalidade dos cidadãos com o decorrer do tempo.

O Hino Municipal  de Vera foi oficializado por meio da Lei 071/90  na gestão  do prefeito Oraci João Bianchini Moro cuja a letra é de autoria do Padre Antônio Heidler. 

 

Plantada ó Vera na Pujança,

Da virgem floresta verdejante,

És berço querido de esperança,

De um povo alteroso bandeirante.

 

Intrépidos desbravadores,

Fundaram a linda cidade,

Pequena prendada de amores,

Tão grande na bela amizade

 

Dos palácios campos da Sorriso

Ao Rio Xingu e das Arraias,

És hospitaleiro paraíso

Remanso nas lides e nas fainas

 

É bom vir à Vera acolhedora,

Orar na igrejinha ao padroeiro

Folgar numa festa animadora

É bom ser na Vera companheiro.

______________________________

Fonte Bibliográfica: "Vera A Princesinha do Nortão" (Alexandre Panosso Neto - 2.000).